7 maio, 2019

Projeto Teia entrega óculos de grau a comunidade atendida pelo serviço do Sesc Visão em Goiânia

Projeto Teia entrega óculos de grau a comunidade atendida pelo serviço do Sesc V

Crédito: Silvio Simões

Projeto Teia entrega óculos de grau a comunidade atendida pelo serviço do Sesc Visão em Goiânia

O Projeto Teia retornou à Escola Municipal Professor Lourenço Ferreira Campos, no dia 23 de abril, para realizar a entrega dos óculos a comunidade atendida pelo serviço de oftalmologia do Sesc Visão. A iniciativa pioneira, do Sistema Fecomércio Sesc/Senac Goiás, promoveu a entrega dos óculos para moradores carentes do Jardim Guanabara II. Mais de 110 pessoas que realizaram os exames e escolheram o modelo desejado durante a primeira edição do projeto, agora receberam gratuitamente os óculos.

“A área de saúde do Sesc traz dignidade para essas famílias. Foram entregues hoje 112 óculos, foram mais de 500 atendimentos e vários em diversas áreas da saúde. De oftalmologia foram mais de 1 mil crianças atendidas na região. Nós trouxemos um festival de saúde e cultura para trazer um pouco de dignidade para essas famílias”, explica o diretor regional do Sesc e Senac, Leopoldo Veiga Jardim.

Ademildo de Godoy, vice-presidente da Fecomércio-GO, afirmou que a administração do presidente Marcelo Baiocchi tem o trabalho social com pessoas carentes como uma de suas metas. "Isso é mais uma ação de responsabilidade social. Estamos fazendo nossa parte, colaborando para que essas pessoas, tenham saúde", destacou, sobre a ação e os serviços disponibilizados pelo Sesc Visão. Já Zenildo Dias, presidente do Sinergás, também ressaltou a importância social da ação: "O Sistema Fecomércio Sesc/Senac está fazendo este trabalho nos bairros e vamos levar este projeto para outros municípios".

As pessoas beneficiadas com o atendimento do Projeto Teia agradeceram a iniciativa. A costureira Francisca Marta Santiago, de 47 anos, conta que estava com dificuldades para enxergar de perto e que sentia dores de cabeça por ter que forçar a visão na hora de costurar as peças. Já com seus novos óculos em mãos, ela se mostrou contente. “Eu fico feliz. Isso aqui foi uma oportunidade muito boa, pra quem não tem condições de comprar faz uma grande diferença”, comentou.

Além de adultos e idosos, o projeto alcançou também diversas crianças que estavam necessitando de tratamento. Foi o caso do Ryan de 7 anos. A mãe Rithielly Silva Lacerda, disse que o filho estava reclamando já há algum tempo de fortes dores de cabeça e que na escola confundia ou deixava de copiar algumas letras do quadro, dificultando seu rendimento. Na consulta feita pelos profissionais do Sesc Saúde, ele foi diagnosticado com estigmatismo. Por já estar em estágio avançado, terá que usar 3 graus no olho direito e 2,5 graus no esquerdo.

A mãe de Ryan agradeceu a ajuda recebida. “Eu só tenho a agradecer mesmo, porque agora eu tenho certeza que o rendimento escolar dele vai melhorar. Ele está todo contente para usar os óculos novos”, contou a dona de casa que também realizou consulta no projeto e que agora terá acompanhamento especial no Sesc, pois está com suspeita de ceratocone.

A próxima edição do projeto Teia acontece nos dias 17 e 18 de maio, na Escola Municipal Manoel Jacinto Coelho, localizada, na região Noroeste de Goiânia.

Comments

0

Os comentários serão moderados, portanto evite o uso de palavras chulas, termos ofensivos ou comunicação vulgar. Se tiver alguma dúvida sobre o tema abordado aqui, use a nossa Área de Atendimento. Talvez a resposta já esteja lá.

Post new comment

The content of this field is kept private and will not be shown publicly.